Política

Publicado em: 24/03/2020  |  Por: OAmazones-Manaus/AM*  | Coronavírus

Rodrigo Maia fala em destinar os fundos eleitoral e partidário para o combate ao covid-19

Caso o fundo partidário, de R$ 1 bilhão em 2020, e o fundo eleitoral, estipulado em R$ 2 bilhões, sejam destinados para a Saúde, será uma injeção de R$ 3 bilhões na Saúde
Foto: Divulgação

O presidente da Câmara também diz que apoia que parte dos salários dos parlamentares seja usado pela Saúde do Brasil

Rodrigo Maia (Democratas), presidente da Câmara dos Deputados, afirmou que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pode transferir o dinheiro do fundo partidário e o fundo eleitoral para o combate ao coronavírus no Brasil. O parlamentar também disse que é possível reduzir o salário dos legisladores e servidores do Poder Judiciário e Executivo para o mesmo fim.

Caso o fundo partidário, de R$ 1 bilhão em 2020, e o fundo eleitoral, estipulado em R$ 2 bilhões, sejam destinados para a Saúde, será uma injeção de R$ 3 bilhões no combate ao coronavírus no Brasil. Vale ressaltar que o fundo partidário é formado por dinheiro público e privado para os partidos pagarem luz, água, aluguel e etc, já o fundo eleitoral é o valor repassado para os partidos em anos eleitorais.

“Se é no fundo eleitoral ou partidário, que podem representar R$ 2,5 bilhões, não vejo problema, que se use. Agora, nós precisamos entender: a Saúde vai precisar de quanto? De R$ 50, R$ 100, R$ 150 bilhões. Só um projeto de suspensão do contrato de trabalho para contratar o seguro-desemprego vai custar quanto? De R$ 80 a R$ 100 bilhões. Por isso, a gente não precisa estar preocupado com gastos que tem previsão futura. Temos que usar qualquer rubrica”, disse Maia em entrevista para a CNN Brasil.

Ainda não é possível precisar a soma dos salários, caso os parlamentares e servidores de outros órgãos tenham suas remunerações reduzidas em função do combate ao Covid-19.

Com informações da CNN Brasil*
 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Nome:

Email:

Mensagem:

MAIS NOTÍCIAS

CURTA NA FAN PAGE
ENQUETE
O Amazonês
Tel.: (92) 99187-6366
© Copyright 2019 - O Amazonês. Todos os direitos reservados.